RECONTO DE UMA HISTÓRIA

     

    

 

     O nosso professor trouxe um livrinho, do tempo em que ele era da nossa idade e contou-nos essa história, que tem como título "Fiel".

     Depois nós fizemos o reconto escrito.

 

FIEL

 

     Era uma vez um menino chamado Carlos que tinha um cão chamado Fiel.

     O Carlos só fazia mal ao cão e assim que o apanhava sózinho: puxava-lha a cauda, batia-lha nas costas, puxava-lha as orelhas e chamava-lha nomes feios.

     Um dia foi com a família à praia, mas o Carlos não sabia nadar.

     O rapaz afastou-se demasiado e quando reparou que já não tinha pé entrou logo em pânico.

     O Carlos estava em apuros, mas quando menos se esperava o cão fiel foi salvá-lo.

     O nadador-salvador ficou impressionado e perguntou aos pais do Carlos se o cão queria fazer parte dos nadadores-salvadores.

     O cão disse:

     - Sim, mas com a condição da família ir comigo.

     Os nadadores concordaram.

     Desde aí o Carlos nunca mais voltou a bater no Fiel.

 

Diogo Melo (8 anos)

 

     Fiel era um cão grande e castanho que vivia num jardim e o seu dono chamava-se Carlos.

     O Fiel tinha a voz grossa, mas muito grossa.

     O Carlos gostava de puxar-lhe o rabo.

     Um dia o fiel ficou muito, mas muito triste, porque o seu dono lhe fazia mal.

     O rapaz pensou que o cão não gostava dele.

     A mãe do jovem chamou para ele ir para a praia.

     Eles os dois foram, só que a mãe do Carlos estava distraída.

     O rapaz não sabia nadar e ele decidiu entrar na água.

     Ele gostava de ficar boiando e de pés esticados.

     De repente as ondas puxaram o rapaz e ele estava aflito com água na boca e de braços para o ar.

     Ele começou a gritar:

     - Socorro... Socorro... Socorro...

     Todas as pessoas que estavam na praia foram lá ver.

     O cão escutou e foi salvar o dono.

     O Carlos falou para o cão:

     - Você mostrou que é meu amigo e eu prometo que já não te faço mal.

     O cão ficou muito contente e o seu dono também ficou muito feliz.

 

Ketlyn (8 anos)


 

 

publicado por turmac4 às 21:05
link do post